Artista do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo é contemplado com a Bolsa Funarte de Fomento aos Artistas e Produtores Negros 2014



O artista bonequeiro Leandro Silva, membro do Núcleo de Teatro de Animação do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, foi um dos contemplado no edital Bolsa Funarte de Fomento aos Artistas e Produtores Negros 2014 para realização do projeto “Os Três Presentes Mágicos – Pesquisa, Criação Coletiva, Produção e Circulação de Espetáculo com Teatro de Animação (Bonecos, Objetos e Máscaras) e a Musicalidade do Tambor de Sopapo”, livremente inspirado na obra de Rogério Andrade Barbosa e executado em parceria com artistas, coletivos, grupos e EES do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo (Porto Alegre, RS).   

O Projeto

O Projeto “Os Três Presentes Mágicos – Pesquisa, Criação Coletiva, Produção e Circulação de Espetáculo com Teatro de Animação (Bonecos, Objetos e Máscaras) e a Musicalidade do Tambor de Sopapo” é um processo de pesquisa, criação coletiva, produção e circulação pública de espetáculo, tendo como referencia o conto africano “Os Três Presentes Mágicos”, de Rogério Andrade Barbosa, explorando o universo do Teatro de Animação (Bonecos, Objetos, Sombra e Luz) e a musicalidade do instrumento tradicional Tambor de Sopapo.
Na sua realização, envolverá a participação de uma equipe multidisciplinar de 08 artistas criadores e produtores negros (artistas bonequeiros, músicos, arte-educadores, artesãos, técnico de som e luz, fotógrafo e cinegrafista) diretamente empenhados na sua execução, por um período de 06 meses, estimulando-os e valorizando suas capacidades. Tais artistas e criadores negros encontram-se excluídos do mercado profissional de Economia Criativa devido a poucas oportunidades de trabalho e renda exclusiva da arte, vivendo de emprego formal ou informal fora de sua área de atuação artística, relegando o tempo de dedicação à sua arte a finais de semana, o que é fator de profunda insatisfação. Além de promover uma estética e processo de montagem que valorize a negritude, sua identidade e fazer artístico-cultural, o Projeto propõe um processo de trabalho profissional solidário e a continuidade da equipe de através da criação de um Coletivo.
Como produto final do processo de criação, prevê-se um espetáculo teatral lúdico e interativo,com duração de 01 hora, na modalidade teatro de rua, que explorará o universo do Teatro de Animação (Bonecos, Objetos, Luz e Sombra), a musicalidade a partir do Tambor de Sopapo e estética que abordam a negritude, a história de escravidão e libertação, ancestralidade, afirmação e aventura.   Estão previstas um mínimo de 15 apresentações públicas e gratuitas do espetáculo: 05 apresentações serão em espaços públicos, de alta relevância, no centro de Porto Alegre e 10 serão em praças e espaços abertos de bairros na periferia da cidade e região metropolitana. Ao todo, espera-se o MÍNIMO de 3.000 expectadores do espetáculo.
O projeto vai gerar ainda dois produtos complementares: Um blog com notícias, imagens e informações pertinentes do processo de criação do espetáculo e um DVD com a íntegra do espetáculo e do processo de criação, cujo conteúdo será disponibilizado para download gratuito na internet.

Ficha Técnica

Coordenação e Direção Geral: Leandro Silva.
Coletivo de Criação Artística: Edu do Nascimento, Diane Barros, Saionara Silva, Marion Santos, Adão Bonifácio, Cristina Nascimento e Júlia Santos.
Concepção de Bonecos: Leandro Silva
Técnica de Som e Luz: Oscar Luz e Fábio Schuch.
Manipulação de Bonecos e Objetos: Leandro Silva, Marion Santos, Adão Bonifácio, Edu Nascimento e Diane Barros.
Música/ Percussão com Tambor de Sopapo: Edu Nascimento, Marion Santos e Adão Bonifácio.
Cenários e Figuração: Coletivo Feminino Sopapo de Mulheres
Canto: Leandro Silva, Marion Santos e Edu Nascimento
Consultoria de Texto: Rogério Andrade Barbosa
Vídeo e Fotografia: Cristalizar Vídeo Produções e Núcleo de Fotografia “Imagens Faladas” do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo.
Assessoria/ Oficina Expressão Corporal: Roberta Darkiewicz (Núcleo de Teatro de Animação).
Assessoria/ Oficina de Canto: Richard Kümmel Lipke (Núcleo de Teatro de Animação).

Sobre o artista contemplado

Leandro Silva é artista bonequeiro, sombrista e educador. Membro da Associação Brasileira de Teatro de Bonecos/ ABTB – CENTRO UNIMA BRASIL. Diretor Teatral (DRT 14402). Aperfeiçoou-se na ESCUELA DE VERANO 2013 cursado no Tolosa Pupptes International Center, Espanha. Pelo seu trabalho de difusão do Boneco como instrumento pedagógico e promoção da cidadania em comunidades do Nordeste foi contemplado com o Prêmio “Agente Jovem de Cultura” (Ministério da Cultura, 2012). Desde 2013 no Rio Grande do Sul, atuou como artista residente do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo (Porto Alegre – RS), através do Programa Interações Estéticas/ Residências Artísticas em Pontos de Cultura (Funarte). Dirige o Grupo Fuzuê Teatro de Animação. Oficineiro do Projeto de Descentralização da Cultura da Prefeitura Municipal de Porto Alegre – RS (desde 2013), ministrou oficinas na Casa de Cultura Mário Quintana (2013, 2014), encenou para a Cia. Caixa do Elefante, onde participou do SESI Bonecos do Mundo 2013 e 2014.
Site do artista: WWW.leandro-silva.net.com
Site do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo: WWW.quilombodosopapo.redelivre.org
 

Sobre a Bolsa Funarte de Fomento aos Artistas e Produtores Negros

 

A Bolsa de Fomento aos Artistas e Produtores Negros vai contemplar 45 projetos, de proponentes autodeclarados negros (pretos e pardos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE), que promovam a reflexão, a pesquisa de linguagem e a criação nas áreas de artes visuais, circo, dança, música, teatro, preservação da memória e artes integradas. O objetivo é proporcionar aos produtores e artistas negros oportunidade de acesso a condições e meios de produção artística, em conformidade com o Plano Nacional de Cultura (Lei 12.343/2010), especialmente no que se refere aos programas de reconhecimento, preservação, fomento e difusão do patrimônio e da expressão cultural dos e para os grupos sujeitos à discriminação e marginalização e o Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010), que estabelece em seu artigo 4º, incisos IV e VI, a promoção de ajustes normativos para aperfeiçoar o combate à discriminação e às desigualdades étnicas e a implementação de incentivos e critérios de condicionamento e prioridade no acesso aos recursos públicos.

LEANDRO SILVA
Artista Bonequeiro | Consultor Projetos Culturais
Diretor Teatral | DRT 12402
Contato: + 55 51 3024.3058 | + 55 51 8269.4614
Site: www.leandro-silva.net

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>